O Uber passou a cobrar nesta sexta-feira (6) uma taxa de R$ 0,75 por viagem em todo o Brasil. O valor será pago pelos passageiros.

Chamada de “Custo Fixo”, a cobrança, segundo a empresa, “ajudará a apoiar iniciativas de segurança para motoristas parceiros e usuários, além de outros custos operacionais”. Em nota, o Uber informou ainda que a medida visa “manter o crescimento saudável da plataforma no Brasil”

Além dos R$ 0,75, a tarifa do UberX, categoria mais barata do serviço, tem preço base de R$ 2 e cobra R$ 1,40 por quilômetro rodado e R$ 0,26 por minuto de viagem. O valor mínimo de uma viagem no Uber é de R$ 4.

Na cidade de São Paulo, há também uma cobrança de R$ 0,10 por km rodado, recolhida pela prefeitura.

No entanto, a tarifa do Uber aumenta em caso de elevação na procura por viagens. O mecanismo, chamado de preço dinâmico, pode dobrar ou triplicar o custo da viagem. O passageiro é avisado do valor da corrida antes de embarcar, mas não em quantas vezes a tarifa foi aumentada.

Para os motoristas, não haverá mudanças na remuneração ou taxas extras. O Uber recebe entre 20 e 25% do valor da corrida e o restante fica para o condutor.